13:53:08 Quarta-Feira, 26 Julho 2017
Muito Sol

27°C

Portugal é predominantemente católico e os portugueses seguem a maioria das tradições da Igreja Católica Ocidental. As famílias juntam-se e trocam presentes na véspera de Natal, assim como na festa da Imaculada Concepção e a Festa dos Santos Inocentes.

É costume a família inteira juntar-se à volta do pinheiro de Natal e do presépio na véspera de Natal, seguido da Missa do Galo à meia-noite. A ceia de Natal é normalmente composta de bacalhau com couve e tradicionalmente é depois da Missa do Galo. Fazem parte do Natal também vários bolos e doces, sendo o mais famoso o Bolo-rei. As crianças em Portugal escrevem ao Menino Jesus a pedir presentes. E na noite de 5 de Janeiro põe os sapatinhos para que os Três Reis Magos os encham de presentes. Assim como noutros países o comercialismo e a versão da Coca-Cola do Velho São Nicolau já entraram para a cultura local.

A Consoada é a refeição da manhã do dia de Natal. É deixado espaço na mesa para os falecidos, assegurando boa sorte para toda a família no ano seguinte. O Cepo de Natal é um pequeno tronco de carvalho que arde na lareira no dia de natal. O Dia de Reis é a última celebração da época de Natal.

O Porto monta uma enorme árvore de Natal em frente à Câmara Municipal no topo da Avenida dos Aliados. A árvore é uma das maiores da Europa, mas não é uma árvore verdadeira, mas sim uma montagem de andaimes e tubos iluminados com fios de luzes cintilantes. Todos os anos o circo vem até ao Coliseu do Porto, fazendo a delícia dos habitantes da cidade. Este é um evento anual de Natal. Divirta-se a ver os animais, os palhaços (esperemos que não sejam do tipo assustador) e as festividades na Baixa.

O Porto está no Livro de Recordes do Guinness (por enquanto) pela maior aglomeração de Pais Natal do mundo, com muitos milhares deles, homens, mulheres e animais que saíram à rua vestidos com fatos de Pai Natal para quebrar o recorde. Fizeram um grande cortejo e os Tripeiros (Portuenses) vestidos de Pai Natal, doaram 1 euro cada um para comprar presentes para crianças necessitadas. Foram angariados mais de 14 000 euros.