15:30:51 Terça-Feira, 26 Setembro 2017
Sol

18°C

  • Rotater Example

Esta Casa Museu, de origens nobres, foi mandada construir entre 1730 e 1746, tendo sido adquirida no século passado por Maria Isabel Guerra Junqueiro para instalar as colecções do pai, o famoso poeta Abílio Manuel Guerra Junqueiro, e doada depois à Câmara do Porto, em 1940.

Guerra Junqueiro nasceu em 1850, tendo publicado os seus primeiros versos aos 14 anos. Faleceu em 1923 precisamente com o desejo de ser criada uma casa onde pudesse expor tudo o que lhe pertencia e que coleccionou ao longo da sua vida, para além dos seus trabalhos literários.

Aqui pode encontrar colecções importantes da arte nacional e estrangeira entre os séculos XV (1401 e 1500) e XIX (1801 a 1900), que pertenciam ao poeta. Existem peças de cerâmica, mobiliário, ourivesaria, arte de metal, vidros e cristais, tecidos e tapeçarias, armas antigas e pintura.

Guerra Junqueiro era apaixonado por arte e tinha o vício das antiguidades. Costumava percorrer o país e ir até Espanha, comprava o que lhe apetecia e vendia o que lhe desse algum lucro. Esta casa recria o ambiente privado da sua casa.

A Casa Museu possui um auditório e um jardim, onde se encontra uma escultura de Guerra Junqueiro. Após a visita pode tomar um café no bar que lá existe.

Localização: Rua D. Hugo, 32, Porto
Horário: De segunda a sábado, das 10h às 17h30 e domingo das 10h às 12h30 e das 14h às 17h30. Encerra aos feriados.